Quem somos

MISSÃO

 

Viabilizar o reconhecimento ou notoriedade, local e universal, da sociedade sui generis dos Campos Curitibanos, denominada “curitibana”, e sua importância histórica, étnica, cultural e antropológica para o Brasil e para a América.

VISÃO

 

Ser reconhecido como Entidade Civil da sociedade sui generis dos Campos Curitibanos.

VALORES

Deus
Família
Tradição
Nativismo
Liberdade
Coragem
Resiliência

Essa cultura típica não foi importada, foi forjada em função do meio típico, ao longo dos séculos, pelas gerações que aqui vieram.
O Planalto Curitibano foi o irradiador dessa cultura. Os “curitibanos”, seus consolidadores.
Essa cultura sui generis continua viva no mate, no churrasco e no linguajar, embora um esforço permanente tente impor uma nova cultura, sepultando as tradições.

Alexandre Drabik. “Nova Visão de Nossa História”. Curitiba, 2006.

 

Tombo do Rocio